Reprodução

O Ministério Público Estadual (MP-BA) pediu à Justiça que determine o isolamento social de seis pessoas de uma família que vem resistindo às orientações da Secretaria de Saúde de Igaporã para fazer quarentena.

A ação do promotor de Justiça Jaílson Trindade Neves relata que as seis pessoas apresentaram sintomas gripais, três delas com resultado positivo em testagem para Covid-19, depois que parte da família voltou do estado de Minas Gerais.

Segundo as informações da Secretaria de Saúde de Igaporã, no dia 21 de julho cinco integrantes da família estiveram em uma unidade de saúde do município e, com um teste positivo, foram orientados pela primeira vez a permanecer em isolamento social.

No dia 27, uma equipe do Centro de Referência Municipal para Covid-19 esteve na casa da família e realizou mais quatro testes para Covid-19, dois com resultados positivos. Na ocasião, a equipe reforçou a orientação de isolamento social.

Na ação, o promotor de Justiça afirma que, apesar das orientações, a Vigilância Sanitária Municipal e a Secretaria vêm recebendo queixas da comunidade, apontando o descumprimento do isolamento pela família que estaria “frequentando locais públicos e comerciais da cidade”. A ação relata que a família chegou a ser notificada pela vigilância, mas não cumpriu o isolamento, não restando outra alternativa a não ser a via judicial.

* com informações da Cecom | MP-BA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui