Mais um óbito de paciente que contraiu o coronavírus foi registrado em Brumado neste domingo (13). A informação foi disponibilizada no boletim epidemiológico da secretaria municipal de Saúde.

A pasta não informou detalhes sobre a vítima, como sexo, idade, comorbidades, tempo e local de internação. Ao todo, 15 brumadenses morreram após contraírem a Covid-19.

O município registrou 71 casos da doença nos três últimos dias, chegando ao total de 1089 casos. Desses, 934 pacientes são considerados recuperados, enquanto 140 estão com o vírus ativo, cinco estão hospitalizados e os demais em isolamento domiciliar.

Prefeitura de Brumado

No momento, 51 pacientes com suspeita da doença ainda aguardam resultado laboratorial e 1.617 exames já foram descartados.

De acordo com a secretaria, as notificações suspeitas abrangem pacientes com quadros de síndromes gripais diversas, dentre os quais alguns se encaixam nos critérios para realização do exame RT-PCR ou via teste rápido. Estes últimos estão sendo usados de forma criteriosa, em casos excepcionais, como estratégia para ampliar e tornar mais eficaz o enfrentamento à pandemia no município.

Volta as aulas

A prefeitura de Brumado emitiu uma portaria regulamentando a volta às aulas presenciais a partir do próximo dia 21 na rede municipal de ensino. Segundo a regulamentação, nos 30 primeiros dias de aula as presenças seriam facultativas, podendo os pais dos estudantes decidir se enviam ou filhos para a escola ou se continuam com o ensino remoto.

No entanto, o Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra o município, pedindo que a Justiça determine a suspensão da Portaria nº 02, de 1º de setembro, que autorizou a retomada das aulas presenciais nas escolas municipais.

A medida que permite o retorno às aulas presenciais divide opiniões de pais e professores do município. Muitos acham que ainda não é a melhor hora para o retorno às atividades presenciais.

Óbitos por Covid-19 em Brumado

O primeiro óbito ocorreu no dia 1º de junho, no Centro de Atendimento do Covid-19. A vítima foi uma mulher de 50 anos e conforme a secretaria de saúde, ela era diabética, hipertensa e obesa. A vítima seria transferida para unidade de saúde do município de Vitória da Conquista, no entanto, durante a transferência, já na saída da cidade, não resistiu e veio a óbito.

A segunda morte em decorrência da Covid-19 ocorreu no dia 10 de junho. A vítima foi um idoso de 77 anos que não resistiu às complicações da doença. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Vitória da Conquista.

O terceiro óbito ocorreu no dia 14 de junho. O paciente tinha 61 anos de idade e era hipertenso e cardiopata. Ele era morador da comunidade de Lagoa Funda, zona rural do município e estava internado no Hospital das Clínicas de Conquista (HCC).

O quarto óbito foi confirmado em 30 de julho. O paciente tinha 88 anos e estava internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista, onde morreu no dia 20 deste mês.

O quinto óbito foi confirmado no dia 5 de agosto e a prefeitura não divulgou informações sobre a vítima.

Já o sexto óbito foi confirmado no dia 11 de agosto. A vítima é uma homem de 77 anos com histórico de Doença de Alzheimer ativa e de Câncer de próstata pregresso. Ele estava internado por Covid-19 no Hospital de Campanha da Fonte Nova, em Salvador.

O sétimo óbito foi registrado no dia 13 de agosto e a vítima foi um homem de 71 anos.

O oitavo óbito foi confirmado no dia 19 de agosto. trata-se de um senhor de 75 anos com histórico de cardiopatia.

O nono óbito foi registrado no dia 21 de agosto. Trata-se de uma mulher de 76 anos. Ela estava com sintomas da doença desde o dia 7 de julho e foi internada em 14 de julho, um dia antes de ser diagnosticada com a Covid-19. Ela estava internada, se tratando em um hospital de referência em Salvador, desde o dia 18 de julho.

O décimo óbito foi registrado no dia 2 de setembro. A vítima foi uma idosa de 71 anos que era hipertensa e possuía problemas cardíaco. A paciente começou a sentir os sintomas no dia 15 de agosto, em seguida foi atendida na UPA 24h e transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Vitória da Conquista. Ela veio a óbito nesta segunda-feira (31).

O 11º   foi registrado no dia 3 de setembro. A vítima foi um idoso de 88 anos. Ele morreu na última terça-feira (1º).

O 12º foi confirmado no dia 5 de setembro. A Secretaria de Saúde não forneceu detalhes como a idade, o sexo e o histórico de comorbidades do paciente, tão pouco quanto ao local de internação.

O 13º e o 14º foram confirmados no dia 10 de setembro. A Secretaria de Saúde não informou detalhes sobre as vítimas, como sexo, idade, comorbidades, tempo e local de internação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui