22.9 C
Guanambi
18.2 C
Vitória da Conquista

Zona rural de Guanambi registra mais incêndios de grandes proporções

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -




A Brigada Voluntária de Incêndio teve bastante trabalho nesta quinta-feira (1º) para controlar mais dois incêndios na zona rural do município. A primeira ocorrência começou por volta das 12h00, após a equipe ser acionada pelo Centro Integrado de Comunicações (Cicom), por meio do número 190.

Eram moradores da localidade do Teiú pedindo ajuda para controlar o fogo que se alastrou rapidamente pela vegetação seca. Segundo dados da rede de satélites de monitoramento, o primeiro foco foi registrado por volta das 10h45 e as chamas só foram totalmente controladas por volta das 15h30.

Um dos brigadistas gravou um vídeo mostrando como o fogo se alastrou e apontando como possível causa do incêndio a realização de queimadas em áreas de roçado. Além dos prejuízos causados aos proprietários dos terrenos atingidos, as chamas causam danos irreparáveis à flora, fauna e ao solo.

O incêndio consumiu pastagens, árvores, cercas e tudo que encontrou pela frente, causando prejuízos aos proprietários rurais. A região do Teiú fica localizada a cerca de 10 quilômetros da cidade, localizada próxima ao encontro do riacho dos Brindes e do Rio Carnaíba de Dentro.

Os brigadistas enfrentaram o calor, aliado ao ar seco e aos ventos fortes e constantes, condições ideais para que as chamas se alastrassem com velocidade pela vegetação. Um outro vídeo mostra um enorme redemoinho formado sobre o solo quente que acaba te ter sua vegetação queimada.

Os dados de monitoramento apontam que a área queimada pode ter passado de 100 hectares. Ao todo, 11 focos foram detectados pelos sistemas de satélites que são capazes de perceber o aumento do calor na superfície da terra. Há focos distantes mais de dois quilômetros um dos outros.

Pelo menos onze focos de incêndio foram registrados pelos satélites durante o incêndio

A outra ocorrência atendida pela brigada teve início às 19h na região da Fazenda Capim de Raiz. Os trabalhos foram concluídos por volta das 23h e os satélites de monitoramento não detectaram os focos.

Embora as chuvas expressivas do início do ano tenham retardado a seca por mais tempo este ano, com muitas localidades ainda com suas agudas cheiras, o número de focos de calor aumentou quase 100% em relação ao mesmo período de 2019. Até agora, segundo dados do O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os satélites registraram 155 focos dentro dos limites territoriais do município.

O número é bem maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior, quando os sistema de monitoramento detectou 79 focos de calor no território. Vale ressaltar que um mês incêndio pode gerar vários focos de calor, dependendo de sua dimensão. Em todo o Estado houve redução do número de focos em relação ao mesmo período do ano anterior quanto 87.541 focos foram registrados. Este ano até agora, a Bahia registrou 72.797 focos de calor.

Apesar do frequência constante de novos incêndios, Guanambi está longe de ser o município com mais registros de focos de incêndio no Estado. Municípios da Região Oeste estão no topo da lista. Em Formosa do Rio Preto são 6.851 focos até o momento, em Jaborandi são 4.063 e em São Desiderio 3.783. No Sudoeste Baiano, Vitória da Conquista lidera a lista, com 511 focos, contra 494 de Carinhanha, 444 de Brumado e 341 de Serra do Ramalho.

De acordo com as imagens de monitoramento e com relato dos brigadistas, todos os incêndios ocorridos em Guanambi nos último 30 dias podem ter destruído mais de 500 hectares de vegetação. A a ausência de um agrupamento do Corpo de Bombeiros para atender ocorrências do tipo na região, os agentes de trânsito que formam a brigada voluntária têm sido responsável pelo controle da maioria destes incêndios.

Os pontos e vermelho e laranja representam a área queimada de 2 de setembro a 2 de outubro – FIRMS Fire Information for Resource Management System

 

 




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -