31.5 C
Guanambi
28.1 C
Vitória da Conquista

Graer vai armazenar e distribuir vacinas no interior da Bahia

9,153FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

As doses vacinas contra a Covid-19 que chegarem à Bahia serão armazenadas no ponto de guarda montado na sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). Segundo o governo estadual, o local foi escolhido de maneira estratégica, com o objetivo de facilitar a distribuição do material em todo o estado, de maneira mais rápida.

Para o armazenamento foram montadas câmara frigoríficas na sede da unidade. As vacinas sairão por via terrestre para municípios distantes até 300 quilômetros de Salvador, com escolta de viaturas para garantir a segurança no deslocamento. Nos municípios mais distantes, o envio será por aeronaves até cidades estratégicas e por via terrestre para os municípios do entorno.

Câmaras frigoríficas já estão na sede da unidade. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), municípios distantes mais de 300 quilômetros da capital baiana terão as doses enviadas por aeronaves. As demais devem ser entregues por meio terrestre com escolta da Polícia Militar para garantir a segurança no deslocamento.

Na tarde desta sexta-feira (15), o secretário da Segurança Pública do Estado, Ricardo Mandarino, participou de uma reunião com representantes da pasta de todo o Brasil e do Ministério da Saúde.

- Advertisement -

“Deixamos claro que estamos prontos para abrigar e escoltar a tão esperada vacina”, afirmou o gestor baiano. Toda a logística está preparada de forma conjunta e terá as participações das quatro forças de segurança.

Ainda não se sabe exatamente quando as vacinas chegarão ao Estado. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello anunciou neste domingo (17) que a distribuição em todo o país começa às 7h da manhã desta segunda-feira. Segundo a pasta,

O anúncio ocorreu pouco depois da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial de duas vacinas, a Coronavac, desenvolvida pela companhia biofarmacêutica chinesa Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantam, e a vacina de Oxford, desenvolvida pela empresa AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford.

(Veja a coletiva de imprensa concedida pela diretoria da Anvisa após aprovação das vacinas)

A vacinação deve começar com a Coronavac, única disponível em solo brasileiro no momento. O Ministério da Saúde solicitou ao Butantam a entrega imediata de seis milhões de doses. Já neste domingo, as remessas foram levadas sob forte esquema de segurança para um galpão de armazenamento em Guarulhos (SP). O Ministério ainda tentou importar um lote da Astrazeneca, cuja fabricação ocorre na Índia, entretanto, o país não autorizou a exportação.

Em Vitória da Conquista, a Secretaria Municipal de Saúde apresentou na última sexta-feira (15), o plano municipal de operacionalização da vacinação, descrevendo como funcionará todo o protocolo e logística para vacinação no município. Já em Guanambi, o plano foi elaborado pela secretaria e será apresentado ao Comitê de Monitoramento e ao executivo municipal nesta segunda-feira (18).

Bahia Graer vai armazenar e distribuir vacinas no interior da Bahia

Deixe uma resposta

Relacionadas