15.9 C
Guanambi
13.1 C
Vitória da Conquista

Prefeitura de Vitória da Conquista convoca Comitê de Gerenciamento de Crise após temporal

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A prefeitura Sheila Lemos convocou o Comitê de Gerenciamento de Crise para organizar vistorias aos locais mais atingidos e verificar as necessidades da população após o temporal que atingiu Vitória da Conquista na tarde desta terça-feira (25).

“Ainda estamos nos recuperando das fortes chuvas de dezembro e acontece essa chuva, com previsão de o fenômeno se repetir amanhã, por isso convoquei o comitê e todas as secretarias do município ficarão em alerta para socorrer a população e agir rápido para evitar maiores prejuízos”, explicou a prefeita.

Apesar de ter chovido por um período curto, a Defesa Civil do município recebeu cinco chamados, relativos a enxurradas e rajadas de vento. No intervalo de cerca de meia hora, choveu quase 50 mm em alguns pontos da cidade.

O temporal provocou quedas de árvores, muros, placas de loja e até parte da estrutura de propaganda da fachada de um supermercado. Também houve relato de chuvas de granizo em alguns pontos.

De acordo com a Prefeitura, a equipe da Defesa Civil Municipal já esteve no local onde caiu a estrutura de propaganda do supermercado e em seguida se deslocou para outros pontos da cidade onde houve incidentes causados pela água e pela ventania. Na Rua São José, no bairro Cruzeiro, a Defesa Civil prestou auxílio à família em uma casa que foi inundada.

No bairro Boa Vista, uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Semma) fez a poda e recolheu parte de uma árvore que tombou, fechando a pista. No Deserg, onde um muro também caiu, a equipe da Secretaria de Infraestrutura Urbana já trabalha para limpar a área.

Em todos os pontos onde ocorreram incidentes e estragos nas vias, o Simtrans procedeu com bloqueio ou isolamento, para segurança de condutores e pedestres. Não há registros de de problemas em parte da zona rural, nem houve pessoas feridas e nem registro de residências com danos.

Na estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), localizado na Uesb, foram registradas rajadas de vento de mais de 40 quilômetros por hora (km/h). A estação também registrou chuva de 33 mm.

Mais próximo do Centro, no pluviômetro instalado no Lomantão, pelo Centro Nacional de Monitoramento de Desastres Naturais (Cemaden), foram registrados 48 mm de chuva entre 13h50 e 14h20.

Este volume é similar ao que era previsto para chover na cidade nos próximos dez dias. O temporal foi causado pela movimentação do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) em atuação na costa brasileira. Em grandes altitudes, o VCAN canaliza a umidade de seu Centro para suas bordas, causando temporais muitas vezes severos.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -