29.7 C
Guanambi
23.9 C
Vitória da Conquista

Águas do rio São Francisco vão reforçar o abastecimento da cidade de Montes Claros

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -

A quinta cidade mais populosa de Minas Gerais terá um reforço no abastecimento de água. Na última quinta-feira (8), O Governo de Minas e a Copasa inauguraram o sistema São Francisco, obra construída para garantir o abastecimento e a segurança hídrica no município de Montes Claros pelos próximos 30 anos.

Dentro de poucas semanas, as águas do Velho Chico chegarão à cidade de cerca de 417 mil habitantes. A adutora garantirá o abastecimento de 500 litros por segundo, aumentando a capacidade do município de atrair novos investimentos, muitas vezes limitados à pouca disponibilidade de água.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do governador Romeu Zema (Novo), do vice-prefeito Guilherme Guimarães e de outras lideranças políticas.

"Com investimentos da ordem de R$ 264 milhões, as obras iniciadas pela Copasa em janeiro do ano passado visam captar água do rio São Francisco, na cidade de Ibiaí, e, por meio de uma Estação de Tratamento de Água, 93 quilômetros de adutoras e quatro estações de bombeamento, levar a água já tratada a Montes Claros. Desde 2019, a Copasa, sob a atual gestão, destinou um total de R$ 290 milhões em obras de melhoria no saneamento", informou o estado em seus canais oficiais.

"O sistema São Francisco, em conjunto com o Sistema Pacuí, irá possibilitar maior flexibilidade operacional ao sistema de distribuição de água em Montes Claros, permitindo, durante o período chuvoso, a recuperação do sistema Verde Grande/reservatório de Juramento."

Durante sua visita, Zema ainda assinou o despacho autorizando a ordem de serviço para as obras de implantação e melhoramento do Contorno Leste de Montes Claros.

Licitação do Projeto de Irrigação do Baixio de Irecê na Bahia

No início do mês, o fundo de investimentos BRL T 210 FIP Multiestratégia Investimento no Exterior venceu o leilão de concessão das etapas 3 a 9 do Projeto Público de Irrigação Baixio de Irecê, na região do médio São Francisco, no município de Xique-Xique, na Bahia. O certame foi o primeiro da modalidade de um projeto público de irrigação no país.De acordo com a Agência Brasil, único participante do leilão, realizado na B3, na capital paulista, o fundo ofereceu como valor de outorga R$ 83,1 milhões. O edital previa um valor mínimo de R$ 82,7 milhões.

Segundo o Governo Federal, a concessão, de 35 anos, deverá beneficiar cerca de 250 mil pessoas. O potencial é de geração de 180 mil empregos diretos e indiretos. Os investimentos deverão ser de R$ 1,1 bilhão durante a vigência do contrato com a concessionária, que ficará responsável pela implantação, operação e manutenção da infraestrutura de irrigação.

O projeto do Baixio de Irecê, que usará águas do Rio São Francisco, compreende uma área de 105 mil hectares, sendo, ao menos, 48 mil de hectares irrigáveis. Segundo o governo federal, esse será o maior projeto de irrigação da América Latina.

Pelo leilão, foram concedidos o Direito Real de Uso (CDRU) de uma área de 50.531 hectares, sendo 31.500 hectares de áreas irrigáveis.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -