28.5 C
Guanambi
22.4 C
Vitória da Conquista

Fraude em cota de gênero levou a mudança na composição da Câmara de Vitória da Conquista

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Após a confirmação da cassação da candidatura do então vereador Pastor Orlando Filho (PRTB), a Justiça Eleitoral de Vitória da Conquista procedeu a recontagem dos votos das eleições de 2020 e um outro candidato foi chamado para assumir a cadeira vaga.

A cassação ocorreu por conta de uma fraude no composição da chapa, com uso de candidaturas laranjas para cumprir com a cota de gênero, reserva de no mínimo 30% das vagas para mulheres concorrerem a cargos legislativos.

Após o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) determinar o calculo do novo quociente eleitoral após a anulação dos votos do PTB, a vaga remanescente ficou para o Edivaldo Ferreira Júnior (PTB), atual Secretário Municipal de Gestão e Inovação.

“Recebemos um comunicado do TRE no começo do mês para que fossem novamente totalizados os votos para vereador em razão de uma candidatura ter sido cassada por não observância às regras eleitorais pertinentes à cota de gênero, mais conhecido como candidatura laranja”, explicou o juiz eleitoral Wander Cleuber.

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista informou que vai cumprir a determinação da Justiça Eleitoral e empossar o novo componente da Casa na próxima quarta-feira (23), às 14h30, no plenário.

Edivaldo ocupou, na legislatura anterior, temporariamente, a função de vereador em Vitória da Conquista. Nas eleições de 2020, ele obteve 1.804 votos, ficando na suplência do PTB.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias