18.1 C
Guanambi
13.2 C
Vitória da Conquista

Gilberto Gil é homenageado com selo e carimbo dos Correios

Mais Lidas

Foi lançado nesta sexta-feira (26), pelos Correios, o selo e carimbo do cantor baiano Gilberto Gil, no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro. Além de Gilberto Gil, participaram da solenidade de lançamento Flora Gil, Lucinha Araújo, Narcisa Tamborindeguy, familiares, amigos e empregados dos Correios. 

De acordo com informações da Agência GOV, representando o presidente dos Correios Fabiano Silva dos Santos, a Diretora de Governança e Estratégia, Juliana Picoli Agatte falou sobre a escolha de Gil para estrear a Séria Personalidades: “A escolha de Gil para estrear esta série que celebra os nossos expoentes não se deu por acaso. Embaixador da cultura no Brasil e no mundo, Gilberto Gil tornou-se símbolo não só da musicalidade, mas da alma e das riquezas do nosso país. Com sua vasta militância em prol do ser humano e da vida, Gilberto Gil sempre foi uma voz expressiva, atual e atuante na defesa da pluralidade e do respeito à diversidade e sustentabilidade do planeta.” 

“Quando falamos de Correios, de selos, nos lembramos fortemente desse aspecto afetivo extraordinário, esse trânsito afetivo que as cartas, as mensagens, os telegramas, que os selos representam na vida de todos nós. É uma empresa que leva adiante sua função de ampliar os aspectos abrangentes da vida brasileira em todos os sentidos ema especial fazer transitar no país e para fora, a vida afetiva.” 

Gilberto Gil, sobre a alegria de estar em um selo dos Correios 

Gil também contou como os Correios estão associados a uma parte da sua história musical: “ Tenho uma lembrança bem interessante associada diretamente ao meu próprio trabalho de artista, fui aos Correios no centro de Florianópolis há muitos anos levar uma encomenda, uma fita k7 cuidadosamente acondicionada para mandar para o Rio de Janeiro, para os Paralamas do Sucesso, especialmente para o Herbert Viana que tinha me mandado essa fita há uns 2 dias. Eu tinha ido a essa mesma agencia dos Correios receber essa fita e lá no hotel, em frente ao mar, eu escrevi a letra de A novidade. É uma lembrança imediatamente associada a esse espírito, das asas que os selos representam, as asas que cruzam, junto com as cartas e mensagens, cruzam as terras, os mares, chegam aos lugares e às pessoas.” 

O selo institucional de Gil é o primeiro da Série “Personalidades”, criada pela estatal para celebrar expoentes brasileiros da música, das artes cênicas e dos esportes. A emissão, composta por fotografia do acervo do próprio cantor registrada pelas lentes de Karyme França, já está disponível na Loja Online e também pode ser encomendada nas agências dos Correios. 

Quem é Gil 

Gilberto Gil começou sua carreira no acordeon, ainda nos anos 50. Suas canções desde cedo retratavam seu país, e sua musicalidade tomou formas rítmicas e melódicas muito pessoais. Lançou seu primeiro LP, Louvação, em 1967, concentrando sua forma particular de musicar elementos regionais. 

Em 1963 ao conhecer o amigo Caetano Veloso, na Universidade da Bahia, Gil inicia uma parceria e um movimento que contempla e internacionaliza a música, o cinema, as artes plásticas, o teatro e toda a arte brasileira: a tropicália. O movimento gera descontentamento da ditadura, que o considera nocivo à sociedade com suas criações libertárias, e acaba por exilar os parceiros. 

Ao retornar ao Brasil, Gil dá continuidade a uma rica produção fonográfica, que dura até os dias de hoje. São quase 60 discos, cerca de 4 milhões de cópias vendidas e 9 prêmios Grammy. 

Em 2002, após sua nomeação como Ministro da Cultura, Gil passa a circular também pelo universo sociopolítico, ambiental e cultural internacional. No âmbito do Minc, em particular, desenha e implementa novas políticas que vão desde a criação dos Pontos de Cultura até a presença protagonista do Brasil em eventos mundo afora. 

Suas múltiplas atividades vêm sendo reconhecidas por várias nações, que já o nomearam, entre outros, Artista da Paz pela UNESCO em 1999 e Embaixador da FAO, além de condecorações e prêmios diversos, como Légion d’ Honneur da França, Sweden’s Polar Music Prize, entre outros. 

O reconhecimento de sua vida e obra mais recente veio por meio da nomeação, em 2021, de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Berklee e de imortal pela Academia Brasileira de Letras (ABL) para ocupar a cadeira de número 20. 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas