Reprodução

A Câmara de Vereadores do município de Correntina, no Oeste da Bahia, foi notificada na última quarta-feira, 21 de março, pelo Ministério Público da Bahia (MPB), para afastar os parlamentares Adenilson Pereira de Souza, Juvenil Araújo de Souza, Nelson da Conceição Santos, Jean Carlos Pereira Santos, Milton Rodrigues Souza e Wesley Campos Aguiar (Maradona), presos no dia 26 de outubro de 2017, na operação “Último Tango”.

Os vereadores foram denunciados pela prática dos crimes de organização criminosa, peculato e corrupção passiva.

De acordo com o MP, os suplentes devem ser convocados para a votação respeitando o quórum de 2/3 para apreciação, votação e julgamento. Segundo a promotora Mariana Araújo Libório, o vice-presidente foi notificado em 12 de janeiro, mas até o momento não há informação da deflagração do processo de cassação dos mandatos dos parlamentares.

A equipe do portal Folha do Vale não localizou Wesley Campos Aguiar, Maradona (PV), para comentar o caso. O espaço fica à disposição para os devidos esclarecimentos.

Via Folha do Vale

Anúncio

Deixe uma resposta