Joana Martins/ Agência Sertão
Anúncio

Joana Martins | Agência Sertão

A família que estava morando em um baú de caminhão, às margens da BR-122, próximo à rodoviária em Guanambi, passou a residir em outro local a partir desta  quinta-feira (28). Segundo a Assistência Social do município, a prefeitura alugou uma casa no bairro Beija-flor 2 para acolhe-lós.

Uma vela que  iluminava o local caiu e incendiou todos os pertences da família, na noite da quarta-feira (20). O senhor Valmir Conceição, 54 anos, morava com a esposa e com suas duas filhas há um ano e sete meses no baú de um caminhão. Durante oito dias após o incidente,  a família usava um veículo velho para se abrigar.

O incidente deixou a população de Guanambi comovida e foram realizadas várias doações. “Não tenho como agradecer o que fizeram pela minha família, obrigado!”, disse Valmir com lagrimas no rosto, ao portal Folha do Vale.

Além do aluguel da casa, o município será responsável por pagamento de luz e água durante seis meses, período de carência estabelecida pelo eles. O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) também ajudaram com apoio psicológico e outros serviços.

 

 

Anúncio

Deixe uma resposta