22.3 C
Guanambi
17.8 C
Vitória da Conquista

IF Baiano Campus Guanambi é referência em pesquisa de bananicultura

9,209FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – EPAMIG, lançou na última quinta-feira, 19 de maio, o INFORME AGROPECUÁRIO com o tema Cultivo da Bananeira. A publicação contou com a participação de professores do Campus Guanambi em cinco dos dez artigos.

O INFORME AGROPECUÁRIO é uma publicação periódica bimestral da EPAMIG que completou 40 anos em 2015, amplamente divulgada nas universidades e entre profissionais do setor agropecuário. Cada número do INFORME envolve um tema sobre o agronegócio. Esse é o quinto INFORME sobre banana, os anteriores foram publicados em 1980, 1986, 1999, 2008. Os novos números são lançados para divulgar as inovações científicas e tecnológicas no setor.

Durante o evento de Lançamento, o professor Sérgio Donato do IF Baiano Campus Guanambi, palestrou sobre ecofisiologia e manejo da bananeira. Também palestraram a pesquisadora Polyanna Mara de Oliveira, Chefe Técnica da EPAMIG NORTE, sobre irrigação e o pesquisador José Tadeu Alves da Silva abordando adubação da bananeira. O lançamento atraiu quase 200 pessoas ao auditório da EPAMIG em Nova Porteirinha (MG), entre o público, pesquisadores, consultores técnicos, estudantes, representantes de empresas de insumos agrícolas e produtores rurais de diversas cidades do Norte de Minas.

A publicação reforça mais uma vez a referência que o IF Baiano Campus Guanambi consolidou através de anos de pesquisa em bananicultura. Além do professor Sérgio Donato, o grupo de pesquisadores é formado pelo professor Alessandro Arantes, Marcelo Rocha e Pedro Ricardo Marques, além do professor Alisson Jadavi Pereira da Silva do Campus Senhor do Bonfim e do pesquisador Eugênio Coelho da Embrapa que é docente permanente do Mestrado Profissional em Produção Vegetal no Semiárido.

“A parceria do Instituto Federal Baiano com a EPAMIG já remota desde de 1997, que a gente tem trabalho envolvendo não só a EPAMIG, mas a EMBRAPA Mandioca e Fruticultura, lá no Instituto e aqui nas áreas de EPAMIG. É uma troca contínua e a culminância destes trabalhos com a realização do Simpósio Brasileiro de Bananicultura no ano passado em Montes Claros e agora com a publicação destas pesquisas no INFORME Agropecuário que é quinto informe de banana, é muito importante para gente como pesquisador, para a instituição IF Baiano, particularmente o Campus Guanambi. Numa região em que a cultura é importante, e hoje aqui estavam presente os representantes do agronegócio, o produtor, pesquisadores, técnicos, estudantes, consultores, então o lançamento desta revista que é um periódico bimestral da EPAMIG que já tem 40 anos de edição para a gente é muito importante”. Sérgio Donato – IF Baiano Campus Guanambi

“O INFORME AGROPECUÁRIO é uma revista periódica da EPAMIG, saem quatro volumes por ano, de temas variados, cada número da revista trata de um tema, e sempre de temas de interesse para algum setor, no caso da bananicultura foi proposto este assunto porque é um tema relevante para o Estado Inteiro, especialmente para o NORTE de MINAS, mas é um tema relevante para o estado inteiro. O anterior foi de Agroecologia, já teve de mamão, de morango, de maracujá, enfim. O INFORME AGROPECUÁRIO, ele é vendido nas unidades da EPAMIG ou pelo site da EPAMIG”. Maria Geralda – EPAMIG NORTE DE MINAS

As pesquisas realizadas no Campus têm sido destaque em eventos nacionais e internacionais sobre bananicultura. Os pesquisadores publicaram artigos na X Reunião Internacional ACORBAT (2013), no III Congresso Latino-Americano e do Caribe de Bananas e Plátanos (2015) e no VIII Simpósio Brasileiro sobre Bananicultura – SIBANANA (2015).  Em 2016, além da publicação da EPAMIG, as pesquisas realizadas no Campus foram publicadas no Livro “O Agronegócio da Banana”, da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA) e a Embrapa Informação Tecnológica (Brasília, DF), na Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e na Revista Brasileira de Fruticultura. Os resultados dessas pesquisas também foram divulgados em palestras realizadas em polos produtores de banana como Wagner, Bom Jesus da Lapa (BA) e Janaúba (MG).

VEJA MAIS.

Educação IF Baiano Campus Guanambi é referência em pesquisa de bananicultura

Deixe uma resposta

Relacionadas