Dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que houve queda no emprego com carteira assinada no mês de maio, em Guanambi.

Segundo o levantamento, divulgado nesta quinta-feira (27), Foram 273 desligamentos contra 266 admissões, saldo negativo de sete postos de trabalho.

A queda no emprego acontece depois de três meses de saldo positivo na geração de vagas formais no município. De janeiro a maio, o saldo continua positivo. Foram criados 175 novos postos de trabalho na cidade neste período.

Ao todo, são 10.486 pessoas no município que trabalham com carteira assinada em 4.091 estabelecimentos.

A profissão que teve melhor resultado foi a de servente de obras, foram 27 admissões e 14 desligamentos. A profissão de auxiliar de escritório também teve aumento nos postos de trabalho, foram 16 admissões e 6 desligamentos.

Ajudante de motorista foi a profissão com pior saldo, foram fechados 19 postos de trabalho, 21 desligamentos e apenas duas demissões. Motorista de caminhão também teve saldo negativo, 18 demissões e 27 desligamentos.

Geração de emprego em Caetité teve bom desempenho em maio.

Em Caetité a geração de novas vagas de emprego foi expressiva em maio. Foram geradas 48 novas vagas de trabalho durante o mês, sendo registradas 149 admissões e 101 demissões.

A alta foi impulsionada pelo setor cerâmico e têxtil. Foram criadas 12 novas vagas para oleiro (fabricante de tijolos), 12 para costureiro de confecção em séria e 9 para estampador de tecido.

No ano, o saldo de novos empregos na cidade é de 128. São 4.045 pessoas empregadas formalmente em 1.592 estabelecimentos.

Bahia e Brasil

Em toda a Bahia foram criados 2.540 novos empregos. No país, o saldo foi 32.140 novas vagas.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui