Reprodução/ Bonny Silva

A ordem de serviço para duplicação de trecho da BR-030, na saída de Guanambi para Caetité, foi assinada nesta segunda-feira (14). A assinatura foi realizada pelo superintendente regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), engenheiro Harley Xavier, e pelo deputado federal Arthur Maia.

A Codevasf concluiu em janeiro de 2020 a licitação para contratação da empresa que irá executar a primeira etapa das obras. Nesta primeira fase serão duplicados 850 metros do total de 3 quilômetros do trecho, compreendendo entre o fim do perímetro urbano (sentido Caetité) e o viaduto da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol).

Segundo a publicação no Diário Oficial da União (Dou), no dia 6 de janeiro de 2020, a Paviservice Serviços de Pavimentação Ltda irá executar o serviço pelo valor de R$ 1.789.391,57. O valor é 6,31% menor do que o orçado pela Codevasf. A sessão pública que revelou os valores das propostas das empresas aconteceu no dia 27 de dezembro.

O valor estimado para a contratação dos insumos, obras e serviços de engenharia para a execução da obra era de R$ 1.909.906,69. Os recursos foram oriundos de uma emenda parlamentar do deputado federal Arthur Maia, empenhados junto à Codevasf.

A obra irá aproveitar o trecho já existente de asfalto da BR-030, com o alargamento das margens a ser realizado em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ).

Projeto/Codevasf

Serão construídas novas pistas laterais nos dois sentidos, ambas com acostamentos com 2,5 metros de largura. Os sentidos da via serão divididos por um barramento conhecido pelo nome “Ney Jersey”.

O trecho a ser duplicado tem 840 metros, compreendendo entre o fim do perímetro urbano e o viaduto da Fiol

O projeto elaborado pela Codevasf contempla o trecho entre o viaduto da Fiol (Ferrovia Oeste Leste) e o limite do perímetro urbano, localizado logo após a um estabelecimento atacadista recém instalado às margens da rodovia.

O trecho possui um total de quase três quilômetros de extensão, no entanto, segundo o edital de licitação, nesta primeira fase, o recurso disponível será suficiente para executar cerca de 850 metros de duplicação.

A assessoria de Arthur Maia informou á época que o deputado continua empenhado para conseguir mais recursos para complementar a obra, podendo inclusive indicar mais emendas parlamentares no próximo exercício.

O parlamentar acredita que a obra irá fomentar o crescimento urbano da cidade, pois será executado em um dos vetores mais propícios ao surgimento de novos empreendimentos residenciais, comerciais e industriais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui