27.8 C
Guanambi
Destaques MPF e MP-BA acionam prefeito de Candiba por improbidade
sábado, 8 maio, 2021
Anúncio

MPF e MP-BA acionam prefeito de Candiba por improbidade

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

O Prefeito de Candiba, Reginaldo Martins Prado (PSD), vai responder por improbidade administrativa em duas ações na Justiça Federal, ajuizadas em atuação conjunta do Ministério Público Federal (MPF) e pelo o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). O prefeito foi um dos primeiros a receber a vacina em seu município.

Os órgãos entenderam que o prefeito burlou os protocolos nacional e estadual e ser o primeiro a ser vacinado no município, mesmo sem integrar o grupo de prioridades da primeira fase. Nas ações está sendo requerida a condenação do gestor por ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública – princípios da impessoalidade e da moralidade – e a indisponibilidade de seus bens para pagamento de multa no valor de R$ 145 mil.

Na ação, o MPF e o MP-BA ressaltaram que o momento da vacinação de Reginaldo Martins Prado foi divulgado, inclusive com fotos, no perfil oficial da prefeitura em uma rede social (Instagram) na última terça-feira (19). Porém, o prefeito tem 60 anos de idade e não reside em uma instituição para pessoas idosas e nem atua como profissional de Saúde, só podendo ser contemplado na segunda fase da campanha de vacinação.

Os órgãos pedem que a Justiça determine, em caráter de urgência, uma série de sanções ao prefeito, incluindo até o impedimento de receber a segunda dose da CoronaVac até que chegue o momento de vacinação do grupo em que se enquadra. Também é solicitado que se determine o impedimento de fornecer a vacina a qualquer outra pessoa que não se enquadre nos critérios da fase 1, em especial parentes e servidores municipais, sob pena de multa de R$ 10 mil por vacinação de pessoa vinculada ao gestor que não se enquadre no plano de vacinação.

Veja também: Secretaria de Saúde recebe denúncias de uso de declarações fraudulentas para vacinação em Vitória da Conquista

Também é solicitada a imediata desvinculação de sua imagem de todos os atos da campanha de vacinação até sua finalização, indicando outro servidor municipal para representar a prefeitura e a obrigação de realizar retratação pública, reconhecendo a ilegalidade de seu ato e destacando a importância de a população respeitar a ordem oficialmente estabelecida.

Por fim, o MPF e o MP-BA pedem a apresentação, ao final de cada etapa da vacinação, do nome, qualificação e critério de cada pessoa vacinada e a confirmação definitiva dos pedidos de urgência, além da condenação ao pagamento de R$ 50 mil, a título de indenização pelos danos morais causados à coletividade.

Em nota o MPF destacou que o caso teve ampla repercussão pela imprensa local e nacional, e que a desobediência do gestor aos protocolos do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), divulgados pela própria prefeitura na mesma rede social, foi classificado como “furada de fila”.

Segundo a ação, o gestor se valeu de seu cargo público, chefe superior da administração local, para se colocar à frente dos pouco mais de 14 mil habitantes do município, em desrespeito aos princípios da moralidade e da impessoalidade, previstos na Constituição Federal.

O município de Candiba recebeu 100 doses da vacina CoronaVac, suficientes para imunizar apenas parte do público alvo. Na primeira etapa, as doses deveriam ser restritas a trabalhadores de saúde; pessoas de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; população indígena aldeado em terras demarcadas aldeada, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas.

O MP-BA já havia aberto inquérito para investigar a conduta do prefeito. O MPF-BA também abriu um procedimento para acompanhar a vacinação nos 26 municípios abrangidos pelo órgão na região de Guanambi, solicitando acesso à lista de vacinados e a comprovação que justifique a prioridade da imunização com as primeiras doses disponibilizadas.

Reginaldo Prado se manifestou no início da tarde desta quarta-feira (20). Em um vídeo publicado nas redes sociais, ele argumentou que foi convidado por profissionais da saúde para participar da aplicação da primeira dose da vacina. Segundo o prefeito, ao chegar no local, até os respectivos trabalhadores estavam preocupados em tomar a vacina e alguns solicitaram para que ele fosse o primeiro.

“Eu dei o meu melhor, autorizando a aplicação da vacina, mas tomei a vacina não preocupado com o meu bem estar, e sim em encorajar e incentivar as pessoas para que pudessem tomar a vacina”, explicou.

De acordo com o gestor, após 24h da aplicação, ele não sentiu dor no local e nem mal estar, e voltou a encorajar a população a tomar a vacina. “A vacina é eficaz, não tem dor, não tem mal estar”, garantiu.

Por fim, o prefeito pediu desculpas se houve algum equívoco nesse ato. “A maior testemunha que eu tenho é Deus e a minha mente. O meu objetivo foi dar o meu melhor, para o povo candibense e dei o meu melhor, tomando a vacina e incentivando o povo a tomar”, pontuou.

Veja a íntegra das ações contra o prefeito de Candiba

Ação de improbidade 

Ação civil pública

Relacionadas

Mais Lidas

Carros usados durante explosão de bancos em Correntina são encontrados em Carinhanha

Três carros usados durante assalto as agências bancarias de Correntina/BA foram encontrados na zona rural de Carinhanha, nesta sexta-feira (7). Os veículos foram encontrados...

Agências bancárias são destruídas simultaneamente em Correntina

Três agências bancárias foram explodidas por grupos criminosos, na madrugada desta sexta-feira (7), na cidade de Correntina. De acordo com o site À Tarde,...

Decreto amplia horário para toque recolher em Guanambi

Um novo decreto ampliou o horário do início do toque de recolher para 22h, a partir desta sexta-feira (07), em Guanambi. A decisão foi...

Guanambi registrou mais dois óbitos relacionados à Covid-19 nesta quinta-feira

O município de Guanambi registrou mais dois óbitos em decorrência das complicações do Coronavírus, nesta quinta-feira (06), conforme informação do boletim epidemiológico divulgado pela...

Hospitais municipais de Guanambi e Serra do Ramalho ganham recursos do SUS para leitos da Covid-19

Os hospitais municipais de Guanambi e Serra do Ramalho ganharam recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para custear oito leitos com suporte de...

Vice-prefeito assume a Prefeitura de Guanambi por 15 dias

O Vice-prefeito Arnaldo Azevedo assume a Prefeitura de Guanambi por 15 dias. O ato breve, foi realizado no Gabinete Municipal, na tarde desta quinta-feira...

Deixe uma resposta