21.5 C
Guanambi
16.5 C
Vitória da Conquista

Familiares de jovem que faleceu durante parto alegam negligência e demora na regulação para HGG

spot_img
- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -

A família da jovem malhadense Bruna de Jesus da Silva, 20 anos, está acusando o Hospital Geral de Guanambi (HGG) e o Hospital Municipal São Geraldo, em Malhada, por negligência médica. A jovem estava grávida de nove meses e morreu na ultima quinta-feira (24), após complicações cirúrgicas.

Segundo a família, houve demora para que a jovem fosse transferida da unidade de saúde do município para o HGG. No entanto, a Secretária de Saúde de Malhada divulgou uma nota na qual alega que o atendimento da paciente foi feito de maneira ética e preservando sempre a vida. "Por se tratar de um caso onde a paciente não apresentava dinâmica de parto, foi inserida no Sistema de Regulação Estadual, sendo regulado através da Central de Regulação para o HGG", explica a nota da secretaria.

Ainda em nota, a Secretaria de Saúde de Malhada, explicou que a paciente foi avaliada e submetida a cirurgia no HGG, em Guanambi. Mas ocorreu uma complicação cirúrgica e ela morreu.

Já o HGG informou que autorizou a transferência da paciente de imediato e que ao chegar no hospital, ela foi prontamente atendida. "Em nenhum momento ela ficou desassistida. A própria família relata a demora para atender e regular a paciente", afirma Paula Melo, diretora da HGG em nota.

"Todavia, vale salientar que pela fala da familiar, existiu demora em regular e ainda a distância de deslocamento para Guanambi. Fato que dificulta a assistência em tempo hábil, deixando muitas vezes o profissional médico sem condições para o desfecho satisfatório da assistência emergencial. Mesmo assim, o HGG informa que o óbito será investigado para esclarecimentos da causa da morte", conclui a nota.

A irmã da jovem acusa também o HGG por negligência médica e  questiona a conduta médica de não realizar exame de imagem (ultrassonografia) antes da cirurgia. "Isso é critério técnico. Prefiro me pronunciar no que compete ao HGG. Os critérios técnicos serão apurados na investigação do óbito por profissionais competentes", frisou Melo.

Segundo informações obtidas pela Agência Sertão, o bebê nasceu com pouco mais de 4Kg e seu estado de saúde é estável. A unidade de saúde não informou se o bebê já recebeu alta médica.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -