20 C
Guanambi
17.9 C
Vitória da Conquista

Com recursos de ação trabalhista, Centro de Formação Profissional foi inaugurado em Aracatu

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Na tarde desta última sexta-feira (23), a Prefeitura de Aracatu e a Justiça do Trabalho inauguraram o Centro de Formação Profissional de Aracatu (Cefopa). O objetivo das instituições é contribuir para a eliminação do trabalho infantil e do trabalho análogo à escravidão no município de Aracatu.

Foram investidos mais de R$350 mil, disponibilizados pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), na reforma e adaptação do imóvel cedido pelo município, onde ocorrerão cursos de manicure, barbeiro, culinária estética e massoterapia.

O Centro de Formação Profissional de Aracatu (Cefopa), que fica localizado na Rua Francelino José da Silva nº100, será gerido pela prefeitura, e contará com parceria do Serviço Nacional do Comércio (Senac) para qualificar os formadores.

Os recursos utilizados no Centro advieram de uma ação movida pelo MPT por trabalho escravo de jovens de Aracatu. A ação, concluída com acordo judicial para pagamento do valor aplicado no centro, foi movida após o resgate de 56 trabalhadores em condições análogas à de escravos em Pedregulho (SP). No grupo, havia dez adolescentes de 13 a 17 anos recrutados em Aracatu.

Participaram da solenidade de inauguração do Cefopa, a presidente do TRT-5 (Bahia), desembargadora Débora Machado; a prefeita do município, Braulina Lima Silva; a juíza titular da Vara do Trabalho de Brumado, Cristiane Lima; e a juíza coordenadora do Juizado Especial da Infância e Adolescência do TRT-15 (Campinas/SP), Eliana Nogueira.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias