20.7 C
Guanambi
17.4 C
Vitória da Conquista

Minicurso gratuito sobre cultivo de pitayas é disponibilizado pela Embrapa

As pitayas são conhecidas mundialmente como dragon fruits ou frutas-do-dragão.

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

e-Campo, vitrine de capacitações on-line da Embrapa, está ofertando mais um minicurso gratuito: Fruticultura Tropical – Pitayas: melhoramento genético e sistemas de produção. Destinado a produtores rurais, extensionistas, professores, gestores públicos e estudantes, o minicurso tem caráter introdutório e traz informações básicas sobre melhoramento genético e sistemas de produção de pitaya.

Com carga horária de seis horas, o minicurso tem módulo único e aborda os conteúdos em dois temas: cultivares e melhoramento genético e sistemas de produção e boas práticas. A capacitação é autoinstrucional e assíncrona, podendo ser realizada em qualquer data e horário. Para se inscrever, acesse o link.

As pitayas são conhecidas mundialmente como dragon fruits ou frutas-do-dragão. No Brasil, a pitaya é considerada uma fruta exótica pelo fato de ser pouco conhecida, exuberante e comercializada com alto valor, principalmente em mercados exigentes.

As pitayas são cultivadas por pequenos e médios produtores, com uma área média dos pomares da fruta de aproximadamente 1 hectare, sendo uma excelente alternativa para geração de emprego e renda, principalmente na pequena propriedade rural.

Segundo o pesquisador Fábio Faleiro, instrutor do minicurso e atual chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Cerrados, o cultivo das pitayas no Brasil deve crescer nos próximos anos.

“As demandas para o mercado interno e externo de frutas frescas e para a agroindústria estão em franco crescimento. A preocupação com a saúde e a busca por uma alimentação mais saudável é uma tendência de mercado, o que posiciona as pitayas em lugar de destaque, considerando as várias propriedades funcionais da fruta já confirmadas com base em estudos científicos”, explica.

Outra tendência para os próximos anos apontada por Faleiro é a melhoria do sistema de produção das pitayas no Brasil. “O uso de boas práticas agrícolas e a disponibilidade de material propagativo de qualidade e com garantia de origem genética é fundamental. Esses aspectos das pitayas são abordados no minicurso, com ênfase nos últimos resultados das ações de pesquisa, desenvolvimento e inovação realizadas na Embrapa e parceiros”, diz o pesquisador

A Embrapa Cerrados tem recebido muitas demandas para realização de palestras e cursos em diferentes regiões do Brasil. Faleiro aponta que a realização do minicurso on-line e gratuito é uma forma de atender a essas demandas.

“Além do conteúdo teórico, vídeos e publicações técnicas também são oferecidas de forma gratuita para os participantes do curso”, completa. Um dos materiais didáticos oferecidos gratuitamente é o livro “Pitaya: uma alternativa frutífera”, que pode ser baixado gratuitamente aqui.

O aluno vai adquirir conhecimentos sobre características da planta, origem e melhoramento genético, entre outros aspectos; os principais tipos e espécies de pitaya e o potencial de uso comercial; as características das cultivares desenvolvidas pela Embrapa; as boas práticas culturais relacionadas à implantação de pomares de pitaya; as principais pragas e doenças da cultura da pitaya e as estratégias de controle com base nos princípios do Manejo Integrado de Pragas (MIP); as vantagens e desvantagens dos sistemas de produção de pitaya; as estratégias de agregação de valor para exploração econômica e de fortalecimento da cadeia produtiva da pitaya; e as propriedades funcionais da fruta.

Ao final do curso, o participante vai receber, gratuitamente, um certificado de conclusão assinado pela Embrapa. Mais informações pelo e-mail [email protected]embrapa.br.

Outro minicurso oferecido recentemente pela Plataforma e-Campo para os interessados na fruticultura é o “Minicurso Fruticultura Tropical – Maracujás: cultivares, sistemas de produção e mercado”. Para fazer a inscrição e realizar esse curso acesse aqui.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias