23.9 C
Guanambi
19.8 C
Vitória da Conquista

Reservatório de Três Marias chegou a 80% de volume útil, Sobradinho tem 75%

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Mesmo com parte das comportas abertas, o volume útil da Usina Hidroelétrica de Três Marias, na Região Central de Minas Gerais, continua subindo. Nesta quarta-feira (25), superou a marca de 80%.

Já o reservatório da Hidroelétrica de Sobradinho, na Bahia, está com o volume útil na casa dos 75%. Os dados são do Sistema de Acompanhamento de Reservatórios (SAR), da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

O rio São Francisco e demais afluentes que formam o lago de Três Marias estão com vazão acima de 2.000 metros cúbicos por segundo (m³/s), A defluência, soma do volume de água que sai das turbinas e das comportas, está na casa de 1.650 m³/s. Este patamar permanece desde o último dia 11.

Como ainda há chance de chuvas para os próximos dias e não há nenhuma atualização da Cemig, responsável pelo gerenciamento da hidroelétrica, no sentindo de mudar a vazão defluente, o nível do reservatório deve continuar subindo se as previsões se confirmarem.

O volume armazenado em 2023 é menor do que o registrado há um ano, quando ocorreu uma cheia histórica na Bacia Hidrográfica. Em 25 de janeiro de 2022, o volume útil era de 92% e a defluência estava superior a 2.200 m³/s.

Sobradinho

O reservatório da Hidroelétrica de Sobradinho, administrada pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Eletrobrás Chesf), está com 75% de volume útil. Desde o dia 16, passam em média 4.000 m³/s de água pelas turbinas geradoras de energia e pelas comportas da usina.

A defluência em patamar elevado tem garantido cheia no Velho Chico na Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, no caminho do complexo hidroelétrico até Xingó, no Sub-Médio, e no baixo, chegando à foz no Oceano Atlântico.

Na mesma data de 2022, o reservatório tinha volume menor, 67%, no entanto, a afluência estava alta por conta das chuvas constantes que caíram em Minas Gerais semanas antes. O volume chegou a 100% no início de abril.

Controle da cheia

Tanto a Cemig quanto a Eletrobrás Chesf fazem gestão dos recursos hídricos do rio São Francisco no sentido de controlar grandes cheias e garantir o maior volume possível de água armazenada ao fim do período chuvoso.

No início de 2022, foram registradas vazões afluentes históricas em Três Marias, assim como nas regiões à jusante da usina. Como o reservatório possuía muito espaço para o armazenamento de água, a defluência foi controlada para patamares mais baixos até que a vazão de afluentes, como o rio Abaeté, fosse reduzida após as chuvas intensas, diminuindo a possibilidade de alagamentos nas cidades banhadas pelo rio.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias